Total de visualizações de página

sábado, 17 de maio de 2014

Evite erros grosseiros nas entrevistas de emprego

ALÔÔÔÔÔÔÔÔÔ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Você conhece a história do candidato a um emprego que penteou os cabelos durante a entrevista?
E sobre outro que cheirou as axilas enquanto caminhava até a de reunião?
Podem parecer piada, mas as duas atitudes estão entre os dez erros mais grosseiros que se pode cometer em entrevistas de emprego, compilados pelo site Internet: CareerBuilder.com.
A lista se baseia em uma pesquisa realizada com 3.061 pessoas encarregadas de selecionar e contratar pessoal e profissionais de recursos humanos, elaborada pela empresa Harris Interactive.
Se você está procurando emprego e agendando essas fatídicas entrevistas, veja abaixo o que NÃO deve fazer ao ficar de frente com seu entrevistador.

Confira:


Confira abaixo os piores erros, de acordo com o estudo:
- Um candidato atendeu seu celular durante uma entrevista. Além disso, pediu ao entrevistador que saísse da sala, pois se tratava de "uma conversa particular".
- Um candidato assegurou ao entrevistador que não ficaria muito tempo no emprego, pois esperava receber uma herança de um tio que estava muito mal de saúde;
- Uma pessoa aproveitou a entrevista para pedir ao entrevistador que a levasse até em casa;
- Um candidato cheirou suas axilas a caminho da sala de reuniões.
- Uma pessoa negou-se a entregar uma mostra de sua caligrafia, dando como motivo o fato de que toda sua escrita era feita para a CIA e era considerada "informação secreta".
- Ao lhe perguntarem o motivo de haver sido demitido do emprego anterior, um candidato respondeu que havia batido em seu último chefe.
- Quando lhe ofereceram algo para comer antes da entrevista, um candidato recusou explicando que não queria "encher o estômago" antes de sair para beber.
- Apresentando-se para um posto de contador, uma pessoa assegurou ser "forte em relacionamentos sociais" e não "em números".
- Um candidato puxou a descarga do banheiro durante uma conversa pelo telefone com o entrevistador.
- Em plena sala de reuniões, durante a entrevista, um candidato pegou um pente e começou a pentear os cabelos.



Pareceu piada, tipo abertura do programa do Jô?
Não amigas, são fatos acontecidos na vida real, retirados do site Internet, que realizou uma pesquisa sobre os “piores erros em entrevista de emprego”.
Procurando na internet, outros artigos com a mesma abordagem, veja os erros mais comuns relatados no site Efetividade. Net



Achar que a entrevista é só formalidade.
Falar mal: do antigo emprego, do ex-chefe, da equipe atual, do governo, do time…
Não fazer a lição de casa: é essencial chegar para a entrevista sabendo tudo que estiver ao seu alcance sobre a natureza das atividades da empresa e da vaga, e continuar coletando dados no local da entrevista, até o momento em que ela começar.
Dar muito espaço para a timidez ou a modéstia: não exagere no seu “show de talentos” para os entrevistadores, mas também não se feche em copas.
Tagarelar: uma entrevista bem-sucedida pode ser bastante parecida com um bate-papo, mas este bate-papo precisa ser conduzido pelo entrevistador.
Acelerar o seu lado: em algumas entrevistas existe abertura para o candidato perguntar sobre salário, plano de carreira, horários, benefícios… Mas tenha sensibilidade, e não coloque estes assuntos na frente dos interesses do entrevistador.
Desânimo: Não apareça com cara de “mais uma entrevista de uma longa série em que fui rejeitado”. Capriche na educação, na empatia, e na atenção.
Não estar preparado para as perguntas mais comuns: entrevistas “tradicionais” seguem um script conhecido, que você deve conhecer. Responder “errado” em alguma das desagradáveis pegadinhas padronizadas é uma razão tola para perder a vaga.
Respostas decoradas: este é o reverso da medalha do erro acima. Suas respostas têm que ser verdadeiras e precisam parecer espontâneas.
Mentir: além de moralmente errado, não vale o risco. Ser descoberto, mesmo na mentirinha mais inocente, geralmente é suficiente até mesmo para remover a sua ficha do banco de talentos, ou marcá-la como indisponível para processos seletivos futuros.


Saiba a opinião dos empregadores:
Os empregadores também responderam uma pergunta indicando quais eram os erros mais comuns dos candidatos a uma vaga.
 Para 51% deles, vestir-se de forma inadequada é o pior. Em segundo lugar está falar mal do chefe atual ou anterior, com 49% das respostas. O terceiro pior erro, para 48% dos empregadores, é "parecer desinteressado".
Outros erros são parecer arrogante, não responder de forma direta e não fazer boas perguntas. "Se um candidato é muito negativo, se irrita com facilidade ou não vem preparado, soa o alarme para os empregadores", conclui a porta-voz do CareerBuilder.com, Rosemary Haefner.

Então... Não vá pagar mico numa hora desta, ok? Todo cuidado é pouco.

Estar preparada é sua obrigação.

Beijocas da KIKI


Nenhum comentário:

Postar um comentário