Total de visualizações de página

domingo, 29 de agosto de 2010

Cientistas listam oito sintomas mais comuns do câncer

Amigas,

Direto do G1, copiei este relevante alerta onde se lê as 8 causas mais comuns entre as pessoas diagnosticadas com câncer. Como o poucagrana também é informação, sugiro que repassem para o maior número de pessoas, assim contribuímos para a melhora da saúde da população.
Confira:
Pesquisadores na Grã-Bretanha identificaram os oito sintomas mais comuns em pessoas que são diagnosticadas com câncer.
A pesquisa da Keele University, na cidade inglesa de Newcastle-under-Lyme, identificou oito sintomas:
Sangue na urina,
Anemia,
Sangramento anal,
Sangramento ao tossir,
Nódulo no seio,
Dificuldade para engolir,
Sangramento pós-menopausa e
Nódulo na próstata.
Segundo os cientistas, pessoas com esses sintomas têm probabilidade maior do que uma em 20 de ter algum tipo de câncer. Quanto mais cedo os pacientes identificarem a doença, maiores são as chances de um tratamento bem-sucedido.
Os cientistas analisaram os resultados de outras 25 pesquisas.
De todos os sintomas, apenas dois deles são considerados mais graves entre pessoas com menos de 55 anos: nódulos nos seios e próstata. Os demais são particularmente mais perigosos em pessoas com mais de 55 anos.
A entidade Câncer Research UK, de pesquisa sobre a doença, disse que quaisquer mudanças no corpo devem levar as pessoas a procurar os médicos.
"Os sintomas identificados neste estudo já são sinais importantes de câncer, mas há mais de 200 tipos de câncer, com muitos sintomas diferentes", disse um porta-voz da entidade.
"Então se houver uma mudança no corpo, é importante checar isso. Quando o câncer é diagnosticado cedo, o tratamento tem maiores chances de sucesso."
Fique de olho e repasse aos seus contatos
Beijos da KIKI
 

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Tapiocas enlouquecedoras

Menina!
Dia de receita poucagrana!!!!!!!
Então, nada melhor do que aprender a preparar a panquequinha de tapioca, esta delícia nordestina, que é de comer rezando!!!!!! A tapioquinha recheada, doce ou salgada, já virou velha conhecida nos botecos cariocas.

Simples de fazer e gostosérrimas de comer, não há quem resista aos encantos de tão saborosa iguaria.
Confira:
Nas tapioquinhas, vale tudo:
Compre farinha de tapioca na feira, para que tenha certeza de que o produto é fresco. É uma farinha bem branquinha e úmida. Na cozinha, peneire a farinha sobre uma frigideira de teflon, sem deixar nem um buraquinho e sem colocar nenhuma gordura. Deixe tostar um pouquinho e então vire a farinha com a ajuda de uma espátula como se fosse uma panqueca.(Ela logo desgruda da frigideira, ficando soltinha como num passe de mágica). Jogue o recheio da sua preferência.
 Depois de tostar este lado da panqueca, dobre-a por cima do recheio para que fique igual a da foto.
Recheie com carne seca, queijo coalho, frango com alho-poró, bobó de camarão, banana com canela, coco com leite condensado, e tudo que sua criatividade permitir.
Esta pronta para comer!
E se a idéia for comer tapioca no café da manhã, experimente fazer a massa sem recheio e comer quentinha com manteiga, queijo ralado ou coco.
É de virar os olhos!!!!!!
Palavra da KIKI
 

domingo, 22 de agosto de 2010

Mais conselhos do Dr. Bactéria

AMIGA!!!!!!

Combater velhos hábitos é preciso... O professor Roberto Figueiredo, bioquímico especializado no combate às bactérias, conhecido nacionalmente como Dr. Bactéria, proferiu uma palestra instigante e desmistificou a maioria dos maus hábitos das pessoas.
Corrigir velhos hábitos pode ser muito mais difícil do que aprender a forma correta de fazer as coisas.
Mas quando o assunto é evitar a proliferação de bactérias, todos os cuidados são necessários.
É preciso jogar no lixo muito dos conhecimentos adquiridos ao longo da vida •para vencer as batalhas diárias contra aqueles seres minúsculos e tão prejudiciais à saúde.
Confira:
Desde criança, aprendemos a colocar ovos na porta da geladeira, até porque os eletrodomésticos vêm de fábrica programados com essa função.
No entanto, é um erro dos mais graves, porque o balanço da porta e a pouca refrigeração favorecem a deterioração do produto e o ovo vira uma estufa para a criação das terríveis salmonelas, bactérias responsáveis por boa parte das intoxicações alimentares.
“Você lava carne?
Pois isso é muito errado, porque a água contribui para facilitar a entrada das bactérias”,
informou à platéia.
Para ilustrar as verdades que estava transmitindo para o público, Dr. Bactéria mostrou dados preocupantes. Em todo o mundo, 1,5 milhões de crianças menores de cinco anos adoecem de diarréia por ano, o que gera três milhões de mortes, das quais 70% são causadas por manipulação errada de alimentos. “Isso demonstra total ignorância frente às bactérias novas”.
Panelas
O bioquímico condena hábitos diários das donas-de-casa, como arear panela (não se deve lustrá-la por dentro, para não soltar a substância química), armazenar o frasco de vinagre fora da geladeira, usar lixeirinha de pia,usar pregadores de roupa para fechar saquinhos de alimentos, guardar pedaços de legumes ou de frutas na porta da geladeira e guardar cola na geladeira.
“Não se pode armazenar alimentos com produtos químicos”.
Para se ver livre das bactérias, os cuidados com a pia devem ser redobrados.
A esponja de lavar louças deve ser lavada e desinfetada diariamente e trocada semanalmente.
Dr. Bactéria não falou sobre os possíveis riscos de contaminação do tradicional pano de coar café, tão comum no Nordeste, e do pano de prato.
Mas levando em consideração tudo o que ele disse mantê-los limpos é a melhor saída.
Professor Roberto apresenta verdadeiros desafios para o senso comum.
Leite
Segundo ele deve-se consumir leite pasteurizado sempre, mas o líquido jamais deve ser fervido em casa.
O produto deve ser aquecido a 80 graus C no máximo (cerca de quatro minutos) para que as propriedades nutricionais sejam mantidas.
Outra “esquisitice” apresentada é com relação à forma de armazenar os alimentos recém-preparados.
Sabe aquele gesto gentil da mamãe em guardar o pratinho do filho no forno?
Dr. Bactéria diz que isso é o mesmo que oferecer um prato de veneno.
“As pessoas passam mal porque comem comida contaminada, não estragada.
O risco é ainda maior porque o alimento não apresenta sinais de contaminação e as pessoas comem mesmo”.
Ele explicou que os alimentos perecíveis devem ser mantidos fora da geladeira por no máximo duas horas. Se ainda estiverem quentes, devem ser levados destampados para refrigeração para que o ar frio circule.
“Depois, podem ser tampados normalmente”.
O produto quente não compromete o funcionamento do eletrodoméstico, só faz aumentar o consumo de energia.
“Mas eu prefiro pagar mais caro a conta a pagar com minha saúde”.
Enfim, são muitos cuidados que devemos tomar.
Alguns são quase impraticáveis, outro são mais fáceis.
 Ponto para:
- quem conseguir não colocar meio tomate, meia cebola, na porta da geladeira.
- quem não lava frutas e verduras quando chega da feira e sim duas horas depois de refrigeradas.
Mel não pode ser oferecido a crianças!
Mel?
Mil pontos para quem não oferece mel para crianças com menos de um ano.
Dr. Bactéria avisou às mães de que todo cuidado é pouco com esse rico alimento.
Segundo ele, 8% da produção de mel é contaminada por uma bactéria chamada clostridium botulino. Os seres humanos desenvolvem anticorpos de defesa contra os microorganismos, mas somente após um ano de idade.
“Muitas crianças morrem de causas não explicadas e alguns desses óbitos podem ser atribuídos ao mel”.
Uma das críticas mais severas feitas pelo professor Roberto foi com relação a experimentar e soprar a comida dos bebês – que muita gente desavisada faz...
– soprar velinhas de bolo de aniversário.
“O aniversariante sopra e depois a mamãe oferece um pratinho de bactérias para os convidados.
Aconselho a adoção daqueles bolos gelados, embrulhados em papel alumínio”.
Festas
As festas são ocasiões ideais para a proliferação de bactérias, porque os alimentos ficam expostos por tempo acima do considerado ideal.
O bioquímico cita a maionese como uma das vilãs das intoxicações alimentares, principalmente as (maioneses) caseiras.
“O perigo é maior para os donos das festas, que só têm tempo de comer os quitutes no dia seguinte. E ainda acham que é gostoso”.
Salmonela
Salmonelose é uma infecção causada pela bactéria chamada salmonela, que se desenvolve principalmente em alimentos crus.
O risco de contraí-la em maionese caseira, portanto, é latente.
A maioria das pessoas infectadas por salmonela desenvolve diarréia, febre e cólica abdominal entre 12 e 72 horas depois da infecção.
Salmonelose geralmente dura entre quatro e sete dias, sendo que a maioria das pessoas se recupera sem necessidade de tratamento. Porém, em algumas pessoas, a diarréia pode ser tão forte que o paciente precisa ser hospitalizado.
A infecção por salmonela pode se espalhar dos intestinos para a corrente sanguínea, e daí para outras partes do corpo, podendo ser fatal caso a pessoa não seja tratada rapidamente com antibióticos.
Idosos, crianças e aqueles com sistema imunológico enfraquecido têm mais probabilidade de desenvolverem casos graves de salmonelose.
Então amiga... Achou importante? Repasse aos seus conhecidos...
Saúde é coisa séria!!!!!!!
Beijos da KIKI
 

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Recita pronto-socorro para espantar o frio

AMIGA!!!!

Que “friaca!!!!!!!!”
Apesar de ser carioca e morar no Rio de Janeiro, estes últimos dias estão difíceis até para pingüim!
O jeito é preparar alguma coisa quente pra você e para “ele”, assim você garante o cobertor de orelha, essencial nestas noites glaciais.
Confira:
Sopa de abóbora com gorgonzola e gengibre
Ingredientes:
200 g de abóbora cortada em quadrados
3 cubos de caldo de carne concentrado
Sal, salsinha picada e pimenta do reino à gosto
1 pedaço de 100 g de queijo gorgonzola
1 pedaço de 3 centímetros de gergelim sem casca
2 dentes de alho descascado, 1 cebola sem casca cortada ao meio
Água que baste para cozinhar
Azeite virgem à gosto
Modo de fazer
Coloque a abóbora com os dentes de alho, a cebola, os cubos de caldo de carne e o gengibre numa panela. Acrescente sal e pimenta. Cubra com a água, ultrapassando 2 dedos dos ingredientes. Deixe levantar fervura, abaixe o fogo e cozinhe até a abóbora ficar macia. Depois disso, bata no liquidificador, acrescentando o queijo gorgonzola e tomando conta para que a sopa não fique rala.
Volte para a panela para aquecer e prove o sal e a pimenta. Ajuste os temperos e coloque azeite à gosto. Sirva em xícaras grandes próprias para sopas e pulverize a salsinha picada.
DICA: Sirva juntamente com torradas de alho bem crocante e um vinho tinto bem encorpado. O gengibre é termogênico e picante e dá um toque extra de calor . Com vinho então você nem vai saber qual é a temperatura do lado de fora, porque do lado de dentro vai estar tudo beeeeem quente!!!!!!!
Palavra da KIKI
 

domingo, 15 de agosto de 2010

Uma noite em 67

Minhas Queridas,
Ontem fui assisitir o documentário "Uma noite em 67"e saí maravilhada, arrepiada, sob intensa emoção.Trata-se de uma fotografia dos festivais da MPB, na verdade um grande programa de televisão, que se transformou no maior acontecimento musical que se teve notícia no País.
Numa época onde a televisão ainda engatinhava e ainda não havia novelas, os musicais imperavam na programação das emissoras de então. A programação "ao vivo", onde o programa acontecia em tempo real, fazia toda a diferença em matéria de emoção, interação com o público e outros elementos que a TV de agora tenta reproduzir em realities e não consegue chegar aos pés da naturalidade e veracidade que acontecia naquelas transmissões sem edição.
Artistas e músicas dividiam torcidas acaloradas, cantores e intérpretes eram rotulados de mocinhos e bandidos, apresentadores precisavam driblar gafes inesperadas, enfim, todos os temperos necessários para garantir um IBOPE arrasador se faziam presentes. E mais... No caso do festival de 67, dividiam as torcidas, Roberto Carlos,Elis Regina, Chico Buarque, Caetano Veloso, Edu Lobo, Rita Lee e Gilberto Gil. Todos no começo de suas brilhantes carreiras, ou seja, lá estava "a nata" da música popular brasileira de todos os tempos.
E que categoria... O nível das músicas concorrentes era estarrecedor. No caso do festival de 67, dividia a massa "Alegria, alegria", "Roda viva", "Cantador", "Ponteio", "Domingo no parque", só para citar algumas. E foi tambem o ano da indiscritível "Violada no auditório"... Sim... O ano que ficou na história como a maior vaia dedicada à um artista, no caso, Sérgio Ricardo, o protagonista da atitude inesperada em que ante a maior demonstração de rejeição do público, reaje jogando o próprio violão em cima da platéia.
Enfim... Um ano para não se esquecer... Um ano em plena ditatura militar, em que florecia o melhor da sua constelação de artistas, de música e de expressão de arte.
Um filme obrigatório, delicioso de se ver.
Palavra da KIKI
 

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

7 Erros Comuns na Cozinha

Queridas amigas,
Você não precisa ser uma exímia cozinheira para saber o que NÃO FAZER na cozinha com os alimentos, mas certamente vai gostar de aprender quais são os 7 principais erros na cozinha.
Confira:
1° erro:

Lavar as carnes debaixo da torneira. Primeiro, você perde nutrientes e a carne fica esbranquiçada... Segundo, a contaminação que existe vai aumentar, porque aumenta a quantidade de água e as bactérias vão penetrar mais ainda. A única carne que se lava é a do peixe, e mesmo assim só para tirar escamas e a barrigada.
2° erro:
Colocar detergente direto na esponja, o que leva ao exagero. O detergente nunca deve ser colocado direto na esponja. Vai ser difícil enxaguar todo ele. O resto de detergente que fica junto com os alimentos pode, no futuro, dar um problema para a sua saúde. Para limpar sem exagero, você precisa apenas de 8 (oito) gotas de detergente num litro de água(a dica é poucagrana).
3° erro:
Usar tábua de carne de madeira. Na tábua de madeira as bactérias ficam lhe aplaudindo! Tábua tem que ser de plástico polietileno.
4° erro:
Não guardar comida quente na geladeira. Este é um dos um dos mitos mais difundidos entre as donas de casa... Não há qualquer erro em guardar comida quente na geladeira. O único problema é que isto fará aumentar um pouquinho o consumo de energia, mas não vai estragar a geladeira de modo algum.
5° erro:
Guardar comida quente na geladeira com o recipiente tapado. O ar frio vai bater na tampa, de modo que o processo de resfriamento irá demorar e as bactérias irão adorar! Portanto, coloque tudo destapado. Depois de 2 horas você já pode fechar/cobrir.
6° erro:
Furar a lata de leite condensado e utilizá-la várias vezes. As pessoas pegam a lata de leite condensado e fazem 2 buraquinho, um de cada lado.
Sai leite condensado por um lado e pelo outro entra uma chuva de bactérias. Abra a lata inteira e passe o leite condensado para um recipiente, que pode ser de plástico ou de vidro. Sirva sempre com uma colher, depois tape e guarde na geladeira.
7° erro:
Ignorar as formigas. Quando se fala em doce, a gente não pode esquecer as formigas. Você provavelmente não se importaria se encontrasse 1 formiguinha em cima do seu bolo, não é?
Vejam esta conversa do Doutor Bactéria e uma criança:
 Doutor Bactéria: E se fosse uma barata? Menina de 12 anos: Aí eu não como.
 Doutor Bactéria: E se a gente pegar uma barata, matar essa barata, deixar no meio da cozinha, no dia seguinte, cadê a barata? Menina: Sumiu.
 Doutor Bactéria: E quem a levou embora? Menina: As formigas...
Doutor Bactéria: A mesma que estava em cima do bolo? Menina: É...
Doutor Bactéria: Então saiba que as formigas são consideradas maiores agentes transmissores de bactérias do que as próprias baratas. Doce com formiga só pode ter um destino: a lata de lixo.
Agora não dá mais para ignorar.... Pegue tudo o que você aprendeu e repasse para as amigas!!!!!
Beijocas da KIKI

   

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

ATITUDES QUE DRENAM ENERGIAS

Oi amigas,
Recebi por email e estou repassando...
Acho muitíssimo importanrte tomarmos conta dos nossos hábitos e manias. Sem perceber fazemos coisas que prejudicam a nossa harmonia e empacam as nossas vidas.
Lendo a matéria que transcrevo abaixo, percebi que pequenas atitudes precisam ser combatidas e outras incorporadas a nossa rotina para que tenhamos uma vida mais sadia e consequentemente mais feliz.
Confira:
1. Pensamentos obsessivos - Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos - mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.

2. Sentimentos tóxicos - Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade é gasta na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gastam energia, e a ansiedade descompassa a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energia e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.
3. Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo - Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.
4. Fugir do presente - As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto aqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.
5. Falta de perdão - Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica ”energeticamente obeso”, carregando fardos passados.
6. Mentira pessoal - Todos mentem ao longo da vida, mas para sustentar as mentiras muita energia é gasta. Somos educados para desempenhar papéis e não para sermos nós mesmos: a mocinha boazinha, o machão, a vítima, a mãe extremosa, o corajoso, o pai enérgico, o mártir e o intelectual. Quando somos nós mesmos, a vida flui e tudo acontece com pouquíssimo esforço.
7. Viver a vida do outro - Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único prêmio, nesse caso, é a frustração.
8. Bagunça e projetos inacabados - A bagunça afeta muito as pessoas, causando confusão mental e emocional. Um truque legal quando a vida anda confusa é arrumar a casa, os armários, gavetas, a bolsa e os documentos, além de fazer uma faxina no que está sujo. À medida em que ordenamos e limpamos os objetos, também colocamos em ordem nossa mente e coração. Pode não resolver o problema, mas dá alívio. Não terminar as tarefas é outro “escape” de energia. Todas as vezes que você vê, por exemplo, aquele trabalho que não concluiu, ele lhe “diz” inconscientemente: “você não me terminou! Você não me terminou!” Isso gasta uma energia tremenda. Ou você a termina ou livre-se dela e assuma que não vai concluir o trabalho. O importante é tomar uma atitude. O desenvolvimento do auto-conhecimento, da disciplina e da terminação farão com que você não invista em projetos que não serão concluídos e que apenas consumirão seu tempo e energia.
9. Afastamento da natureza - A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o estresse das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.
Viram só, quanta energia a gente joga fora de bobeira? Vamos mudar estes padrões e trazer para nossas vidas a alegria de viver!
Como viram, não é difícil!!!!!!!
Beijos da KIKI
 

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Leis de Murphy, A saga continua...

Amigas,
 Então... Continuando as matérias sobre ML (Murphy’s Law), mais 50 incríveis verdades, conhecidas como “leis de Murphy”
Divirtam-se:
51. A ferramenta quando cai no chão sempre rola para o canto mais inacessível do aposento. A caminho do canto, a ferramenta acerta primeiro o seu dedão.
52. Só um idiota tem talento típico para plagiar outro idiota.
53. Guia prático para a ciência moderna:
- Se mexe, pertence à biologia.
- Se fede, pertence à química.
- Se não funciona, pertence à física.
- Se ninguém entende, é matemática.
- Se não faz sentido, é economia ou psicologia.
54. A diferença entre as leis de Murphy e as leis da natureza é que na natureza as coisas dão erradas sempre do mesmo jeito.
55. O número de exceções sempre ultrapassa o numero de regras. E há sempre exceções às exceções já estabelecidas.
56. Ninguém nunca está ouvindo, até você cometer um erro.
57. Qualquer coisa entre parênteses pode ser ignorada (com vantagem, como vê neste exemplo perfeitamente inútil).
58. Se o curso que você desejava fazer só tem "n" vagas, pode ter certeza de que você será o candidato "n + 1" a tentar se matricular.
59. Oitenta por cento do exame final da sua prova da faculdade será baseada na única aula que você perdeu, baseada no único livro que você não leu.
60. Cada professor parte do pressuposto de que você não tem mais o que fazer, senão estudar a matéria dele.
61. A citação mais valiosa para a sua redação será aquela em que você não consegue lembrar o nome do autor.
62. Não há melhor momento do que hoje para deixar para amanhã o que você não vai fazer nunca.
63. A maioria dos trabalhos manuais exige três mãos para serem executados.
64. As porcas que sobraram de um trabalho nunca se encaixam nos parafusos que também sobraram.
65. Quanto mais cuidadosamente você planejar um trabalho, maior será sua confusão mental quando algo der errado.
66. Os pontos de acesso a uma máquina serão sempre pequenos demais para a passagem das ferramentas, ou grandes para passagem delas, mas não suficiente para a passagem de sua mão quando elas caírem.
67. Em qualquer circuito eletrônico, o componente de vida mais curta será instalado no lugar de mais difícil acesso.
68. Qualquer desenho de circuito eletrônico deve conter pelo menos uma peça obsoleta, duas impossíveis de encontrar, e três ainda sendo testadas (por você, é claro).
69. Na última hora o engenheiro industrial mudará os desenhos originais para incluir novos defeitos. E as modificações não serão mencionadas no manual de instruções, já impresso.
70. O tempo para executar uma tarefa é 3 vezes superior ao tempo inicialmente previsto. Se, ao calcular a duração da tarefa, multiplicarmos por 3 o tempo previsto de modo a obter o resultado correto, nesse caso, a tarefa demorará 9 vezes esse tempo.
71. Uma gravata limpa sempre atrai a sopa do dia.
72. Se estiver escrito "Tamanho único", é porque não serve em ninguém.
73. Se o sapato serve, é feio!
74. Nunca há horas suficientes em um dia, mas sempre há muitos dias antes do sábado.
75. Todo corpo mergulhado numa banheira faz tocar o telefone.
76. Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.
77. A informação mais necessária é sempre a menos disponível.
78. A probabilidade do pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.
79. Gato sempre cai em pé. Não adianta amarrar o pão com manteiga nas costas do gato e o jogar no carpete. Provavelmente o gato comerá o pão antes de cair... em pé.
80. A fila do lado sempre anda mais rápido.
81. As coisas podem piorar, você é que não tem imaginação.
82. O material é danificado segundo a proporção direta do seu valor.
83. Se você está se sentindo bem, não se preocupe. Isso passa.
84. Lei de Murphy no ciclismo: não importa para onde você vai; é sempre morro acima e contra o vento.
85. Por mais tomadas que se tenham em casa, os móveis estão sempre na frente.
86. Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda, e o que não sai.
87. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
88. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral ou engorda.
89. Por que será que números errados nunca estão ocupados?
90. Mas você nunca vai usar todo esse espaço de Winchester!
91. Se você não está confuso, não está prestando atenção.
92. Na guerra, o inimigo ataca em duas ocasiões: quando ele está preparado, e quando você não está.
93. Lei de Murphy na escola: se for prova com consulta, você esquecerá seu livro; se for lição de casa, esquecerá onde mora.
94. Amigos vêm e se vão, inimigos se acumulam.
95. A Lei de Murphy é algo transcendente. Lavar o seu carro para fazer com que chova não funciona.
96. Um documento importante irá demonstrar sua importância quando, espontaneamente, ele se mover do lugar que você o deixou para o lugar onde você não irá encontrá-lo.
97. As crianças são incríveis. Em geral, elas repetem palavra por palavra aquilo que você não deveria ter dito.
98. Uma maneira de se parar um cavalo de corrida é apostar nele.
99. Toda partícula que voa sempre encontra um olho.
100. Sorria! Amanhã será pior.

Parece piada, mas que acontece, acontece..… O jeito é levar na esportiva...

Beijocas da KIKI