Total de visualizações de página

terça-feira, 13 de maio de 2014

Elegância passa longe de possuir muito dinheiro

Oi meninas,

Ser elegante não é apenas estar bem vestida, bem penteada e bem maquiada. Não é estar com roupas de grife ou calçados da moda. Tão pouco ostentar jóias caríssimas.
Elegância é um modo de ser!!!!!! 
Falar corretamente, ser educado e gentil são marcas das pessoas elegantes, além de claro...saber estar com a roupa certa, na hora certa e no local certo.
Veja abaixo dicas importantíssimas para poder fazer parte do restrito clube das mulheres chiques e elegantes sem precisar gastar montanhas de dinheiro.

Confira:


Fonte: Site mulher de classe e arquivo pessoal da KIKI

Uma lição de elegância:
Saber se vestir significa estar vestida adequadamente para cada ocasião. Sem querer ser “xiita”, a mulher elegante sabe de antemão como estar vestida para ir à praia, ao clube a uma festa e demais eventos.
Graças ao bom Deus, a rigidez das tradições acabou, e guardadas as devidas proporções, podemos ir a um casamento, formatura ou festas cerimoniosas com roupas menos formais que a pompa exigia antigamente. 
Alguns segredos, porém, continuam em voga e ainda apontam as pessoas chiques, educadas e charmosas e distingue as bregas, mal-vestidas e “sem noção”.

Alguns conselhos úteis para evitar uma catástrofe:


Para um casamento:
É importante lembrar que não somos nós o bolo da noiva. E que se deve deixar a ela o brilho maior. Se o casamento for simples, ou de manhã, esqueça os bordados, os tecidos brilhantes, as jóias gritantes. Prefira um bonito linho, uma seda clara ou uma estampa floral. Se for à noite, e cerimonioso, escolha um tecido mais precioso, uma seda trabalhada, um tafetá, um moiré, um crepe. Dispense chapéu e arranjos de cabeça, a não ser que se sinta realmente à vontade com eles. E não faça de seu cabelo uma catedral. Maquilagem cuidada, porém discreta, uma bonita jóia ou bijuteria. É o quanto basta.


Para ir dançar:
Esta pode ser a roupa mais criativa, mais divertida, mais brilhante e mais louca, pois, como a dança, ela é um jogo que desperta a fantasia. Mas que a deixe livre e solta. E que seja sexy. Lembre-se de que, mais que nunca, sapatos confortáveis são fundamentais. Acessórios divertidos e malucos são super “in”. Afinal numa “disco”, tudo é permitido.


Para um Jantar formal:
O "pretinho" é a grande solução. Bem cortado, de bom tecido, enfeitado por um lindo brilho - jóia ou bijuteria -, transmite sempre uma mensagem de bom gosto e correção. Mas você pode preferir outra cor, de preferência lisa. Se for alta e magra, opte pelos feitios ousados. Caso contrário, mantenha-se na linha clássica.
Sapatos lindos, de saltos altos e finos. Uma pochete, que seja ou bem bonita, ou bem discreta ou uma carteira elegante, destas que estão na moda.


Para um jantar ou almoço informal:
O algodão e o linho são indicados. Uma boa calça jeans, sequinha, sem detalhes com uma camisa de seda ficam super bem. Uma camisa branca bem estilosa com calça preta bem cortada é um arraso. Vestidos despojados de tecidos nobres também são indicados.


Para um coquetel:
Você pode usar o mesmo preto do jantar formal. Mas de uma forma mais sexy. Use bijus vistosas, com brilhos enfeitando o vestido. Correntes douradas ou prateadas fazem bastante vista. Pérolas também. Decotes profundos são permitidos, afinal, coquetel no, Brasil, não acaba lá pelas 19 horas, como no resto do mundo - vai até as tantas da noite ou da madrugada. E, à noite, um toque de sedução é perfeito. Capriche na maquiagem.

Para receber, em sua casa:
A anfitriã não deve estar mais elegante que as convidadas, convêm, portanto, não se enfeitar muito. Se os convidados não forem muito íntimos, você pode escolher uma túnica de linho ou seda e uma calça (pode até ser jeans) ou uma pantalona com uma blusinha estilo “cache-coer” Se for gente mais amiga, escolha, simplesmente, uma roupa de que você gosta e se sinta confortável.

Detalhes fatais que fazem a diferença:


O cabelo:
Bem penteado, muitíssimo bem cortado. Mas sem excessivas complicações. Limpo e cheiroso.

Acessórios de boa qualidade:
Tente não fazer economia nos acessórios. Lembre-se de que um bom sapato clássico dura anos. Idem uma boa bolsa. E a qualidade salta os olhos. Seu estado deve ser impecável.

O conforto:
Se uma roupa não é confortável, se as alças não param no lugar, se é dura ou se aperta, ela vai constranger seus movimentos, tolher sua naturalidade e arruinar sua produção. Você será sempre mais elegante na medida em que não sentir a roupa no seu corpo.

A silhueta:
Nas mudanças da moda, concentre sua atenção nos volumes, nos cortes e nos tecidos.
 Onde fica a cintura; onde fica a bainha; a largura das mangas; o volume da saia. Tente seguir a silhueta; é mais difícil que acompanhar os detalhes, mas é ela que dá o ar imediato de atualidade. Em caso de dúvida: Fique com o traje mais sóbrio!



As cores:
O branco é sempre um curinga. Idem o preto. E palmas para os dois juntos. Com eles, não há erro. As cores berrantes são difíceis de usar. As cores lisas e o ton-sur-ton são mais seguros. Agora... Se você segura bem um vermelho, USE!


As joias e bijuterias:
Servem para realçar uma roupa, não para apagá-la. No caso de uma exceção - uma joia muito importante -, use-a com a roupa simplíssima, de uma só cor, evidenciando a joia (vide as esmeraldas de Angelina Jolie nesta produção incrível). E não se exceda; poucas mulheres podem cobrir-se de joias sem parecer uma árvore de natal.


Maquiagem:
Um dos pontos mais importantes, pois é para o seu rosto que todos irão olhar primeiro.
Se puder, use os serviços de um profissional da área. Ele vai saber direitinho o make da moda, esconder seus defeitos e realçar seus traços mais bonitos, além de fazer uma pele ma-ra-vi-lho-sa!!!!

Estas informações são preciosas para você ficar bem em todas as ocasiões. E não é por isso que você vai precisar gastar uma “grana preta”. Pelo contrário... aprenda adequar estas lições aos conselhos que já dei aqui no site de onde comprar roupas boas e baratas gastando pouco dinheiro. Vá as pontas de estoque, brechós ou empreste de uma amiga se a ocasião pedir.
Digo sempre e não vou cansar de repetir: Elegância não é uma questão de dinheiro...


Algumas mulheres que se tornaram ícones por sua elegância



Audrey Hepburn 


                                          
Jaqueline Kennedy


Princesa Diana 

                                                 
Carla Bruni Sarkosy

Então meninas... Gostaram da matéria???
Espero que concordem comigo que elegância antes de mais nada é ter educação e no "look" estar antenada para a moda sabendo adequá-la a seu tipo físico e às ocasiões pertinentes.

Abraços da KIKI

Nenhum comentário:

Postar um comentário