Total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Você empresta ou pega emprestado dinheiro com os amigos?


Querida amiga,

Você é da turma que quando está na pior não vacila em pedir dinheiro emprestado de amigo? Ou faz parte do grupo que empresta o seu quando um deles está em dificuldade???
É... O negócio é delicado... Muitas pessoas passam a enfrentar problemas após realizarem um ato que, em um primeiro momento, parece ser o mais correto e apropriado: emprestar dinheiro para alguém da família ou para um amigo. De acordo com o dicionário on-line Michaelis emprestar significa “confiar, dar alguma coisa a outrem com a obrigatoriedade de restituição”. Na prática, sabemos que emprestar pode ser sinal de dor de cabeça e chateação. Em resumo, ao emprestar valores nos expomos a duas situações problemáticas:
Confira
1-Quem precisa de dinheiro emprestado, pela situação em que se encontra, terá muita dificuldade em honrar mais este compromisso assumido. Aceite que o risco de calote é alto.
2- A segunda situação acontece como conseqüência da primeira: muitas amizades verdadeiras e de muito tempo terminam por conta de um ou mais empréstimos sem retorno.


Se possível, não empreste, doe!

Ao emprestar dinheiro a alguém nós combatemos um efeito. Podemos ajudar resolver um problema emergencial que, de fato, pode não representar uma solução definitiva para a vida do ente ou amigo que precisa. Se você tem mesmo condições e disponibilidade, prefira doar o dinheiro a emprestá-lo. Porque uma amizade verdadeira não tem preço e não vale à pena correr o risco de perdê-la.

 

Pague seu amigo em dia!
Se for você que tomou emprestado dinheiro com um amigo ou familiar, tenha em mente que a sua honra e seu crédito está em jogo. Isto é, no dia combinado para a devolução, aconteça o que acontecer, seu amigo será restituído.

Para que isto aconteça sem dor ou sofrimento, cerque-se dos seguintes cuidados:

1. Combine direito o tempo que vai levar para fazer o pagamento, levando em conta suas prioridades.

2. Marque um dia que você possa cumprir o compromisso.

3. Se você tem outros empréstimos, de bancos, por exemplo, lembre-se que seu amigo está no mesmo pé de igualdade. Não é porque ele não vai cobrar juros ou não vai colocar você na lista negra do Banco Central, que você pode folgar com ele, dando prioridade aos bancos.

4. Se mesmo assim, foi impossível pagar o amigo no dia marcado, NÃO FUJA!!!!!!

Ligue, conte a verdade, mas MARQUE um novo prazo para efetuar a dívida e pelo amor de Deus... NÃO FURE!!!!


Coisas que devemos ter sempre em conta:

  • Pedir emprestado não é pecado. Não se sinta diminuído porque precisou pedir.
  • Tenha sempre em mente uma estratégia de como e quando vai pagar o empréstimo, antes de pedir.
  • Honre o seu compromisso antes de qualquer percalço.
  • Só peça emprestado se for uma causa nobre, ex: Está desempregado, foi roubado, doença na família e outros mais sérios. Jamais peça emprestado para adquirir um bem, comprar roupas ou gastar em futilidades.Não queime o filme por bobagens.
  • Não deixe nunca de interagir com seu amigo só porque esta devendo a ele. Mantenha sua amizade no mesmo patamar de antes do empréstimo acontecer.
  • Conte sempre a verdadeira razão do empréstimo. Não invente dramas.
  • Se foi você quem emprestou dinheiro ao amigo, não fique cobrando-o antes do prazo combinado. Se ele estiver atrasado, pergunte o que aconteceu, combine um novo prazo, mas sem pressioná-lo.
  • Não cobre juros pelo empréstimo. O cara é seu amigo, você não é banco e é super deselegante cobrar ágio, afinal você concordou em emprestar.

E então... Pronta a encarar este desafio? Emprestar ou pedir dinheiro emprestado é uma provação delicada. Temos que estar prontas para o que der e vier.

Se não houver outra saída, vamos nos lembrar dos ensinamentos acima e não deixar NUNCA uma amizade bacana sucumbir por causa de dinheiro, ok?

 Think about!

Beijocas da KIKI

Nenhum comentário:

Postar um comentário